19 novembro 2014

[RESENHA] Ele está de volta

                                                                          Autor(a): Timur Vermes
                                                           
                                                                                         Editora:Intríseca


Número de páginas: 300


Ano de lançamento:2014

                                                      
                                                          


              Sinopse: Berlim, 2011. Adolf Hitler acorda num terreno baldio. Vivo. As coisas mudaram: não há mais Eva Braun, nem partido nazista, nem guerra. Hitler mal pode identificar sua amada pátria, infestada de imigrantes e governada por uma mulher. As pessoas, claro, o reconhecem — como um imitador talentoso que se recusa a sair do personagem. Até que o impensável acontece: o discurso de Hitler torna-se um viral, um campeão de audiência no YouTube, ele ganha o próprio programa de televisão e todos querem ouvi-lo. Tudo isso enquanto tenta convencer as pessoas de que sim, ele é realmente quem diz ser, e, sim, ele quer mesmo dizer o que está dizendo. Ele está de volta é uma sátira mordaz sobre a sociedade contemporânea governada pela mídia. Uma história bizarramente inteligente, bizarramente engraçada e bizarramente plausível contada pela perspectiva de um personagem repulsivo, carismático e até mesmo ridículo, mas indiscutivelmente marcante. 





 Bom,já faz um tempo que eu lí esse livro e estava com vontade de resenhar pra vocês,mas no meio de toda a "confusão",eu acabei atropelando ele com outros livros,mas de hoje não passa,e a resenha será dele! "Ele está de volta",então vem dar um olhadinha nessa resenha!



   Tudo é bem presumido nesse livro,o titulo você já pode imaginar do que se trata e pela capa você já tem quase certeza de quem se trata,mais ainda sim se surpreende com o livro pelo tom cômico que ele possui,que não é aquela coisa escrachada,é um comédia inteligente em tom de humor negro.


   A narração da obra em primeira pessoa foi importante,porque de uma forma ou outra os pontos de vista malucos de Hittler ficam bem convincentes e não cria subterfúgios para segundas intenções,se tornando muito claro as intenções do nazista mesmo que sejam absurdas e a primeira vista sem nexo para nós que sempre vemos os horrores causados por tal regime.


 Enfim,o autor se saiu bem em transformar um assunto tão pesado em algo leve,sem falar na inteligência dos diálogos  e das situações ocorrentes da obra

   "Ele está de volta" é um livro que te faz rir,mas sem deixar esquecer que tudo o que Hittler defendeu não teve a menor graça.

02 novembro 2014

[RESENHA] Um sorriso ou dois




       Autor(a): Frederico Elboni
    
       Editora:Benvirá

       Número de páginas: 222

       Ano de lançamento:2014

       Sinopse: Para Frederico Elboni, não existe certo ou errado quando os sentimentos estão em pauta. O que importa é encontrar harmonia e equilíbrio entre quem somos e o que fazemos; entre nossas ações e nossa perspectiva diante da vida. E, consciente de que mulheres trazem na bagagem alguns conflitos internos em relação ao mundo e aos homens – e haja conflito! –, esse jovem autor se dirige a elas: mulheres apaixonadas, decepcionadas, ingênuas, destemidas... Todas ansiosas por palavras que as façam abrir em seu rosto um lindo e incessante sorriso. Ou dois.




     Galera! mais um resenha hoje! E é a primeira de um livro brasileiro do qual eu me identifiquei muito,"um sorriso ou dois" do Frederico Elboni,com uma leitura simples e despretensiosa o livro tem como intenção mostrar um pouco mais do universo que é um relacionamento á dois,então vamos ver mais alguns aspectos dele ? Então vem comigo!

   Um sorriso ou dois é aquele tipo de livro que na maioria das vezes faz você se identificar com algo na sua vida,seja um frase,uma situação ou um texto,Ele é divido em três estilos: crônicas, contos e ensaios sobre relacionamentos,o autor colocou suas próprias experiências na essência de algumas passagens do livro,há uma leveza mesclado com bom humor que faz toda a diferença,é perceptível que Frederico não teve papas na língua na hora de retratar certas situações,isso se vê em algumas palavras mais "chulas" colocadas lá.

    É importante ressaltar que é uma leitura indicada para mulheres não influenciáveis,que sejam maduras (não em questão de idade,mas em questão de pensamentos) pois sendo o contrário o livro pode soar como uma certa manipulação,fazendo as mulheres esperar por situações que não acontecem de uma hora pra outra,então vá com calma!


   E enfim,esse livro é uma leitura super leve daquelas que faz a gente refletir e sorrir por sua descontração,daquele tipo que você vai ler mais devagar só pra aproveitar mais!
imagem-fundo imagem-logo