28 junho 2017

A pressa de ser adulto

E a pressa de se tornar adulto foi substituída por uma nostalgia, quando nós imaginariamos que essa vida se tornaria tão difícil? Tudo isso era inevitável, mas o fato de desejarmos tanto crescer e ser adultos faz com que repensamos se nosso desejo não era tão precipitado.

   Olhando para trás, vejo que as urgências da nossa infância se tornaram coisas insignificantes para nós, elas foram substituídas por reclamações e pela pressão de sermos melhores e mais fortes,mesmo quando na verdade temos vontade de chorar,algo que no passado não era um sinal de fraqueza, mas sim de normalidade e ainda recebiamos como consolação, abraços e beijos e a garantia de que tudo iria melhorar e dar certo.


   Provavelmente nunca imaginariamos que teríamos que lidar com certas coisas que se tornaram corriqueiras, coisas que geralmente nos afligem até mesmo sem perceber,ninguém nunca explicou como seria difícil ser adulto,mas se dissessem, será que acreditariamos? Acho que não.

   E a ironia que vejo é que as crianças de hoje fazem isso de forma mais urgente,seja através da aparência ou atitude não condizentes com as suas idades, me pergunto se quando elas realmente atingirem seus objetivos,elas ficarão arrependidas.
  Peço que não me entenda mal,caro leitor, não acho que deveríamos ser crianças para sempre,só o que simplesmente questiono,é o porquê da pressa. Já que muitos de nós deixamos de ser uma criança feliz e despreocupada para sermos adultos angustiados e sempre preocupados.


  Mas que apesar de tudo,a felicidade nos alcance independentemente da idade!

13 comentários:

  1. Ola
    De fato, a vida não está fácil, mas nunca foi né... a gente é que tende a perceber as coisas um pouco tarde demais. Enfim, temos uma pressa mesmo a respeito da idade, mas no fim a gente perceber que nada disso importa, apenas a felicidade. Amei poder conferir esse texto.
    Beijos, F

    ResponderExcluir
  2. Oie!
    Hoje eu vejo o quanto perdi tempo querendo ser adulta, sendo que poderia ter aproveitado mais a minha infância. Mas é algo normal, não conheço alguém que não queira ter se tornado adulto mais rápido.
    Adorei o seu texto, fooi ótimo para chamar a atenção.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  3. Acho que não só as crianças de hoje tem pressa na maturidade porque quando eu era criança, eu também tinha. Seu testo está maravilhoso!!
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi Nyla!

    Tudo bem? Acho que todo mundo já quis isso, não é algo exclusivo das crianças de hoje em dia. Eu passo isso com a minha irmãzinha de 12 anos, ela tem pressa para viver experiências que estão além do que ela entende no momento e então eu tento explicar que tudo tem a sua hora e que tentar apressar as coisas não é bom... Enfim, tarefa difícil viu!

    Beijinhos - Jessie
    www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    amei o texto e me identifiquei com cada linha.
    Quando eu era criança tinha tanta vontade de ser adulta, acreditava que seria mágico eu ter as rédeas da minha vida e poder fazer tudo o que meus pais diziam: "Não Francine, você é muito nova ainda."
    Então eu cheguei na fase adulta e "Ah! Que saudades que tenho da aurora da minha vida, da minha infância querida que os anos não trazem mais..."

    Ser adulto é difícil, tem as frustrações, o estresse, a luta por posição, a busca pelo o tal de vencer na vida... Queria voltar a ser criança e queria que as crianças curtissem essa fase, sem amadurecimento precoce.
    Abs e parabéns pelo texto!

    ResponderExcluir
  6. Olá, Nayla!
    Concordo com você!! Outro dia comentei com uma sobrinha que não via a hora de completar 18 anos. Depois o tempo voa, quando a gente se dá conta o tempo passou demais e sentimos saudades da infância e adolescência. Perdemos a pressa, porém já é tarde!!

    Abraço,
    https://contosdacabana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Olá! o ler sua crônica lembrei da música do Renato Russo: Temos nosso próprio tempo...Acho natural, as crianças querer, serem adultas antes da hora. Eu tbm queria crescer. Porém, meus pais sempre me mostrava o lado bom de ser criança. E minha pressa acabava, quando eles diziam, que não era hora, disso ou aquilo. Mais que um dia ia chegar minha vez. Hoje vemos crianças atropelando muitas etapas da vida. Porque falta quem as incentive a ser criança, enquanto deve ser criança. abraço

    ResponderExcluir
  8. Olá,

    Me identifiquei bastante com o texto, pois sempre tive essa ideia para ficar mais velhas, achando eu que a situação melhoraria e seria tudo um conto de fadas, mas é como aquela frase né: eu era feliz e não sabia! Por isso, quando vejo alguém sentindo essa mesma pressa, aconselho a aproveitar, porque o tempo passa muito rápido e as responsabilidades são complicadas.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Eu fui uma criança que não ligava muito para o tempo, para querer logo crescer. Vivi com gosto cada momento da vida, sem antecipar ou retrair nada. Como conseguir? Realmente não sei explica, mas me sinto feliz por ter passado por todo esse processo de maneira natural. Hoje, tenho aquela sensação que aproveitei tudo o que eu pude e no momento certo.
    Adorei o seu texto e a reflexão trouxe.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  10. Só li verdades... rs... Pois é, quando somos crianças queremos ser adultos. Eu não fui diferente da maioria, e quis ser adulta também. Mas naquela época, éramos crianças até o limite, vivi minha infância muito bem, e não tenho aquela coisa de nossa, se tivesse aproveitado... porque aproveitei bem mesmo. Amei seu texto. Delicado e singelo, parabéns.

    ;D
    Nelmaliana Oliveira

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Onde a gente aberta para curtir mil vezes?
    Eu me pergunto isso também até que ponto é saudável querermos pular fases, como as crianças têm feito. Sinceramente, não vejo necessidade disso, mas as pessoas pensam diferente.
    Vou compartilhar seu post com o mundo.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Adorei o seu texto! Eu, particularmente, nunca tive essa pressa de ser adulto. Sempre me falaram que eu ia sentir falta de ser criança e sempre acreditei, então tentei aproveitar a minha infância o máximo que pude. Fico triste quando vejo que as crianças hoje em dia não fazem isso também.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  13. Oi Nayla, como está?
    ADOREI o teu texto, primeiramente.
    Segundo, eu aproveitei bem demais a infância embora admita que sinto um bocado de falta dela, onde as coisas eram menos complicadas. Se bem que a minha única complicação mesmo é ser desempregada porque do resto não tenho do que reclamar embora o meu sangue quente não me permita ser passiva.
    Abraços e beijos da Lady Trotsky...
    http://rillismo.blogspot.com

    ResponderExcluir

imagem-fundo imagem-logo