12 julho 2017

[RESENHA] A lista de Brett

Autor (a) Lori Nelson Spielman
Editora: Versus editora
Número de Páginas: 397,páginas.
Ano de lançamento: 2015
 Sinopse:Brett Bohlinger parece ter tudo na vida — um ótimo emprego como executiva de publicidade, um namorado lindo e um loft moderno e espaçoso. Até que sua adorada mãe morre e deixa no testamento uma ordem: para receber sua parte na gorda herança, Brett precisa completar a lista de sonhos que escreveu quando era uma ingênua adolescente.
Deprimida e de luto, Brett não consegue entender a decisão de sua mãe — seus desejos adolescentes não têm nada a ver com suas ambições de agora, aos trinta e quatro anos. Alguns itens da lista exigiriam que ela reinventasse sua vida inteira. Outros parecem mesmo impossíveis.
Com relutância, Brett embarca numa jornada emocionante em busca de seus sonhos de adolescência. E vai descobrir que, às vezes, os melhores presentes da vida se encontram nos lugares mais inesperados.


Hey leitores inconstantes! Hoje trago mais uma resenha pra vocês. Já fazia algum tempo que esse livro estava parado na minha biblioteca Kindle,então tomando coragem comecei a leitura dele e sinceramente me surpreendi de forma muito positiva,já que o comprei pela capa sem nem mesmo ler a sinopse.

  A lista de Brett é um livro que acima de tudo fala sobre perda e como podemos tirar o aproveito para amadurecer e superar um momento tão difícil, claro que no caso de Brett as tarefas deixadas pela sua mãe ajudam muito no processo e obviamente sendo a base do enredo,tudo foi feito como muita sutileza nos demonstrando uma coisa que muitas vezes discordamos:Não há ninguém que nos conheça melhor que nossas mães!

Eu vinha para esta cama quando ela a dividia com meu pai, reclamando de dor de barriga ou de monstros debaixo de minha cama. Todas as vezes, minha mãe me deixava ficar, me abraçava forte e acariciava meus cabelos, sussurrando: “Haverá outro céu, meu amor, é só esperar”.

  Confesso que não me empolguei com a leitura logo de cara, fiquei com o receio da nossa protagonista se demonstrar uma mocinha mimada,o que ainda bem não aconteceu,mas é claro que ela vai encarar muita coisa e ver que nem tudo dá certo e também não é o que parece.

Toda a dor, cada pedacinho da agonia e da tristeza, me atinge mais uma vez.

  Apesar do drama,a obra não deixa de ser chick lista,então claro que há romance,confesso que a autora conseguiu me surpreender no final,mas fiquei incomodada que durante a história, Brett parecia um tanto desesperada para não ficar sozinha,mas ainda bem que a autora conseguiu contornar muito bem isso. Um ponto emocionante é o que o livro nos mostra a variantes possíveis de amor entre mãe e filha (não vou explicar muito para não dar spoilers,fiquem curiosos! Ha!)

Certa vez me falaram que uma longa batalha contra o câncer é pior que uma curta batalha, mas não estou convencida de que isso seja verdade para os sobreviventes.

 A lista de Brett é uma obra reflexiva que nos faz pensar mais sobre a vida e a forma como lidamos com ela,sem falar na fluidez de sua leitura.

A dor se apodera do meu coração, torcendo-o em um nó miserável de vergonha e raiva.

11 comentários:

  1. Ola
    Que bom que você se surpreendeu de forma positiva com esta leitura. Quanto a mim, também já fiz essa leitura e posso dizer que adorei, é realmente uma obra reflexiva, concordo com as suas impressões. Leitura muito emocionanta também, e eu recomendo muito!
    Beijos, F

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Eu tenho esse livro também no kindle, falta coragem (ou organização de minha parte o.o) para conseguir lê-lo. rsrs
    gostei da sua resenha positiva. Embora eu tenha o e-book, confesso que o título não me atraiu tanto assim na época, achei que seria um livro mais maçante. Que bom que pelo visto me enganei!
    Bjos!
    Por essas páginas

    ResponderExcluir
  3. Oi!

    Gosto muito de obras reflexivas. Não conhecia esse livro, mas fiquei bem curiosa a respeito da história. Pelo visto a leitura vai fluir muito bem e é o que eu espero que aconteça. Dica anotada. :)

    bjs

    ResponderExcluir
  4. Eu li este livro em 2015 e adorei completamente. É bem legal ver a protagonista correndo atras do quer no presente e no passado e achei isso genial. Quero ler tudo o que ela já escreveu.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oi.
    Ainda não conhecia a obra. Mas achei bem interessante focar na relação entre mãe e filha. Um momento bem complicado de quando entramos na fase adulta é perceber que nossos pais não são aqueles super heróis indestrutíveis que pensávamos que fossem. Na verdade, descobrir que nossos pais tem defeitos é bem doloroso e tem a capacidade de romper a ligação em alguns casos.
    Gostei bastante do enredo e anotei a dica para leitura futura.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Também estou com esse livro estacionado na minha biblioteca digital, assim como um dia esteve na sua rs Gosto de intercalar obras assim, fluídas e sem continuação com as séries que leio. Para dar uma quebrada na ressaca literária rs Já estou me programando para lê-lo, tomara que eu goste. Bexitus!

    ResponderExcluir
  7. Olá,

    Parece ser um livro bastante legal e gosto do gênero. Que ótimo que o livro te surpreendeu e gostei bastante do ponto em que foca no amor entre mãe e filha. Amei a resenha!

    www.virandoamor.com

    ResponderExcluir
  8. Oie!!
    Ah gente, confesso que eu sou completamente apaixonada pela capa desse livro. Por isso, morro de vontade de ler esse livro, mas não tive a oportunidade ainda. Amo chick-lit do mesmo modo que eu amo histórias que nos trazem reflexão.
    Amei a sua resenha por sinal.

    beijos
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  9. Oi!
    Nunca tinha lido uma resenha desse livro, mas fiquei bastante interessada nele depois da sua.
    Adoro o gênero e também gosto muito quando as autoras conseguem mostrar que em um momento de desespero a gente consegue tocar nossa vida, e que os sonhos são importantes.
    Pelo jeito essa é uma ótima leitura

    ResponderExcluir
  10. Olá!!

    Não sei se já vi essa capa em algum lugar ou estou confundindo com tantas outras parecidas, mas com toda certeza não conhecia a história e achei bem interessante e diferente. Diferente porque geralmente é sobre uma moça e um rapaz , nunca tinha visto livros de superação relacionada a família e esse laço de mãe e filha. Devo ler em algum momento e espero curtir a leitura tanto quanto você!

    Beijos e Sucesso!!

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Eu já tinha ouvido falar desse livro mas não tinha nem ideia do que se tratava a trama. Gostei de saber, embora o assunto seja bem sensível para mim e não acredito que leria um livro da temática no momento. Achei interessante você falar também que, apesar do tema, não se trata de um chick-lit. Parece de fato uma leitura muito emocionante.
    Beijos.

    ResponderExcluir

imagem-fundo imagem-logo